terça-feira, 25 de novembro de 2008

Há flores em tudo que eu vejo...


Gosto de aromas, de flores...
Gosto de idéias, de cores...
Gosto de palavras e amores...


Mais um texto:


Minhas flores


"O gato comeu minha lingua
Mas não comeu minhas idéias
Ninguém cala a minha cabeça
Meu jardim de azaléias
Ninguém pode proibir
O meu verso e a minha prosa
Nunca vão descolorir
A minha pétala de rosa
Não sei quanto as pessoas
Mas eu vejo a vida assim
E me recuso a parar
De regar meu alecrim
Não me diga que a poesia
Se tornou obsoleta
O que escrevo tem perfume
De jasmim e violeta
E não perco mais meu tempo
Descrevendo as minhas dores
Vou contando minha história
Minha vida, minhas flores... "


Milla Borges