terça-feira, 17 de março de 2009

Julieta sem Romeu




Nesse momento, é isso e nada mais.




Julieta sem Romeu


De noite, no sereno
Com meu coração apertado
Tomei minha dose do teu veneno
Num só gole assustado.
Fiquei a tua espera
Para que bebesse a tua parte
A saudade me abraçou severa
Pois tu eras meu baluarte
O sofrimento me feriu
Atingindo a minha alma
E lentamente consumiu
O restante da minha calma
Por mim, o tempo passava
Sugando doce, minha vida
O abandono me sufocava.
Fui pela morte absorvida.
O que fizeste do nosso amor?
Por que o matou com tal frieza?
Não foi o veneno e sim a dor,
Da solidão e essa tristeza.
Covardemente, o amor fugiu
E teu veneno não bebeu
Dito e feito, assim surgiu
Julieta sem Romeu.



Milla Borges

36 comentários:

  1. É como sempre, falo Deus da o poder da palavra somente a alguns seres humanos, e concerteza vc foi um deles!Belas e sábias palavras que combinadas com a imagem certa ficam lindas...parabéns mais uma vez!

    BEijao!

    ResponderExcluir
  2. Miga ta lindooooo!!!!
    mais uma vez PARABÈNS!!!!
    É tristinho mais e emocionante!!!
    Mil parabéns!!!!!
    Grande beijo!!!

    ResponderExcluir
  3. É lindo, profundo, emocionante....
    Amiga adorei!!!!

    Mtos bjs,
    Te aminhho, ops...(rsrsrsrsrsrs...)
    Rapha.

    ResponderExcluir
  4. É muito profundo esse teu falar, senti-me como julieta...assustada e sofocada ao ler-te. Muito bom o teu texto.
    Se estiver na primeira pessoa,só te posso dar um beijo pois o meu Romeu ainda está comigo,o meu texto de hoje é simplesmente interiorizado de uma mulher que não eu, obrigado pelas palavras....fico feliz por ter conseguido demonstrar a dor que deveria de sentir se algo me acontece-se a mim :)

    ResponderExcluir
  5. A sua fabrica de sonhos tem o dom de somar, letras, frases e versos, e da um sentido especial no universo!!!
    Parabens; pelo o que escreve, sou o seu mais novo fam....

    ResponderExcluir
  6. um espaço acolhedor, belos poemas...

    forte abç,

    tetê

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Milla Borges!!! é tocante... pelo andar da carruagem, o livro é questão de tempo!!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  8. oie
    td bem?
    o blog ta lindo mudou td em...
    uhauha
    continue assim
    bjks
    fui...

    ResponderExcluir
  9. Miguxa, sem palavras... ta lindiu!!!
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Na vida é sempre bom termos um mediador, para que nos erros ja cometidos por nós, possamos reajustar nossas decisões. estai
    uma mediadora divina, como ja falei: simples e sofistica com palavras doces e sempre esplorando
    o saber da vida !
    meus parabéns prima, me guie com seu saber ! te amo...

    ResponderExcluir
  11. Fico imaginando Julieta olhando friamente nos olhos de Romeu enquanto ele era sufocado de sofrimento.
    Deu vontade de conhecer essa Julieta, hein?!
    Lindo texto, parabéns!
    Beijão, fica bem...

    ResponderExcluir
  12. seu poema é simplesmente lindo adorei...

    saudações poéticas

    ResponderExcluir
  13. Oi Milla, menina fabricante de sonhos...

    Um triste sonho de amor este...

    E quantas Julietas sem Romeu ou Romeus sem Julietas não há por aí?

    Lindo poetar...

    Tenha uma ótima noite...

    Beijos em seu coração!

    Dany

    ResponderExcluir
  14. Obrigada por sua visita! Será um prazer te receber no meu cantinho...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  15. Nossa que palavras, é como navegar num mar de agua limpida, cristalina e maravilhosa onde ate nossos olhos mesmo brilham ofuscados...assim me senti ao ler aqui os poemas, raios de sol que me invadiam e me aqueciam por dentro....

    Espero que um dia visite meu blog...

    Ademerson Novais de Andrade

    ResponderExcluir
  16. Florrrrr,to bege com seu peoma,ficou LINDO DEMAISSSS.adorei de verdade parabéns,muito bem colocado a história ,as palavras usadas arrasou também hein rs, infelzimente existem muitas Julietas sem Romeu ,e Muitos Romeus sem Julietas,até poque têm muito homem também que sofre de amor ,apesar de acharmos o contrário por conta da imagem que temos mas sofrem também,quando os dois bebem do "veneno" se torna um amor bonito,mas quando apenas um é "envenenado" não é muito justo né rs,lindo poema.
    Então queria agradecer seu comentário no meu blog,e vindo de vc fico muito feliz com as palavras,fico feliz em ver que não sou eu a única que concorda com esas coisa toda da mulher ,e eu fico indignada que ainda tneha mulheres que tenham a cara de pau de ficarem cada dia exigindo mais e mais direitos enquanto por outro lado não fazem nada por merecer,somos mulheres mas não somos cegas né o que vale é a coerência ,coisa que anda faltando por ai nas pessoas,fico muito feliz mesmo que tenha gostado do post e do blog,muito obrigada.
    È to meio sumida mesmo rs,mas tá uma correria que vc não tem idéia e agora fim de semana também to trabalhando ai não anda me sobrando mais tempo como antes,e amanha minha mãe fará uma cirurgia e sobrará tudo aqui em casa pra mim rs,mas ainda essa semana atualizo os blogs e sempre que eu posso venho aqui prestigiar o seu também que curto muito também.

    BJos e até mais.

    DAya

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Obrigada pela visita, pelas palavras.
    Venha sempre que desejar, eu também voltarei aqui.
    Bjo

    ResponderExcluir
  18. que bom que vce gostou do meu cantinho...fico muito feliz porque ao ver o seu fiquei admirada...perfeito...tbem passarei aqui sempre...!!
    beijos e muito prazer!!

    ResponderExcluir
  19. Simplesmente demais,sem comentarios que descrevam esse belo texto.

    ResponderExcluir
  20. Oi Milla, passa no meu blogger tem uma surpresa para voce, espero que goste.
    Abraços:
    Eduardo Poisl

    ResponderExcluir
  21. .


    No blog da CODINOME BEIJA-FLOR você confessa que peregrinou por muitas letras e parou no acostamento daquela página.
    Pena, digo eu agora, muita pena que você não tenha passado pela estrada que corta o morro por sobre a velha casa onde eu moro. Certamente você, também, pararia sob o flamboyant para namorar as flores. Pétalas cobririam os seus cabelos e no seu colo se deixariam ficar até que você, esquecida de sua própria vida, acordasse desse sonho viajante e resolvesse em minha casa pernoitar.

    Fica o convite.

    silvioafonso.





    .

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. whatahell????? rsrs


    Amanhã vc pernoitará em minha casa?

    Amo vc, meu orgulho!

    ResponderExcluir
  24. Gostei muito vc tem as palavras para todos os momentos.
    Lindo,lindo.
    Parabéns...

    ResponderExcluir
  25. Oi, gostei mto do seu blog. Textos mto bons.

    Já to te seguindo.

    Bjks.

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Vim lhe convidar para que conheça um pouco do meu trabalho de pintura em camisetas!
    Até

    http://ramasppfp.sites.uol.com.br/pinturaemcamisetas.htm
    http://ramasppfp.sites.uol.com.br/modelos.htm

    ResponderExcluir
  27. Hoje só estou passando para desejar um feliz dia do blogueiro,
    com um final de semana cheio de amor e esperança.
    Aproveito para deixar um lindo poema de Mário Quintana


    Amar: Fechei os olhos para não te ver e a
    minha boca para não dizer...
    E dos meus olhos fechados
    desceram lágrimas que não enxuguei,
    e da minha boca fechada
    nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....
    O amor é quando a gente mora um no outro.

    (Mário Quintana)

    Abraços:Eduardo Poisl

    ResponderExcluir
  28. ...tem magia esta história, tão bem escrita!

    ResponderExcluir
  29. muito bom...parabéns!!!!! muito legal mesmo.

    http://comumente-kilder.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. A cena da alcova e essa são contundentes. São as mais lindas desse romance de Sheakspeare.
    Vc colocou seu toque no momento dramático, onde o ápice do amor é provado. Aliás, vc descreveu esse momento lindamente.

    beijos
    ...............Cris Animal

    ResponderExcluir
  31. Gostei da mudança no blog, tá lindo. Quanto à poesia, tô boba!
    Se a PESSOINHA não está apenas brincando com as palavras, caminha a passos gigantescos pra se tornar uma PESSOA GRANDE. Ninguem escreve algo dessa natureza impunemente, meus sinceros parabens. Voce, mais que qualquer pessoa sabe que não sei, nem quero aprender a dourar pílulas. Está realmente muito bom.
    Bjks.
    Tia

    ResponderExcluir
  32. Sem um.
    Os dois não existem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Meus amigos!!!!

    Obrigada por todo carinho!!!

    Um beijo enorme no coração de cada um de vocês!

    Fabricante...

    ResponderExcluir

Deixe aqui um pedacinho do seu sonho...
Obrigada!