sexta-feira, 6 de março de 2009

Pessoinha





Eu criei uma pessoa.
Um ser. Uma pessoinha.
Inventei uma pessoa inexistente para o mundo, mas viva em mim.
Não tem sexo. Não tem idade.
Eu criei uma pessoinha.
Um serzinho com menos de um metro. Bem pequeno. Que se mede com fita métrica.
Uma pessoinha que me acompanha. Mede 60 centímetros e conversa comigo.
pra ser bem sincera, é um ser de muita história e sentimento.
A criaturinha se expressa tão bem e me fala minuciosamente.
O que?
Coisas.
De quem?
Dela.
Da vida e do mundo, às vezes.
Uma invenção que tem uma cabeça, essa que eu criei.
Vamos às apresentações:

Eis a pessoinha.


[ Da vida pensa: " Simples "
( Eu particularmente discordo )


E das pessoas: " Individuais. Cada uma, única. Feita a mão. "
( Taí um ponto comum... Criatura e criador (a) )


Outro conceito- Julgamento: ( Sabe o que esse ser me disse? )

"Eu julgo. Você julga. Errado? Não. Ponto de vista. E daqui de baixo eu vejo. " ]


Lição ganha e aceita.

Uma história que a pessoinha me contou:

[ " Teve uma vez que o céu desceu. Desceu muito.
Mas pequeno (a) que sou, não consegui tocá-lo.
Enquanto outros, um pouco maiores (na altura e não na alma), colhiam as estrelas em cestos largos.
Cestos feitos para caber muitas estrelas. Milhares delas.
E eu, só podia observar.
E foi isso que eu fiz.
Olhei. Contemplei.
Eu não tinha cesto. Eu não tinha tamanho que me permitisse colher.
Mas eu tenho um segredo... Quer saber?
Eu guardei algumas estrelas...
Algumas que caíram no chão. E guardei em um lugar que só eu sei e que nenhuma pessoa, mesmo a mais alta, é capaz de alcançar.
E... sabe onde eu guardei minhas estrelinhas? Quer saber?
NÃO CONTO!
Não conto e sorrio por não contar!
Imagine, se quiser.
Mas eu, pessoinha mínima, inventada, que nem existo pra você...
NÃO CONTO E NÃO REVELO!
Imagine, se quiser.
Mas isso vai ser pra sempre só meu e tão meu!
E sabe... os maiores, os que existem e possuem carne, ossos, órgãos, podem ter dado às suas estrelas algum destino.
Forçado e obrigatório talvez. Ou nada.
Eu? Ah...
Eu as deixei brilhar nesse lugar que só eu sei.
E cada vez mais! E cada vez mais pra sempre!
E isso me fez bem. E ainda me faz.
Foi o que eu fiz." ]


Eita pessoinha boa de prosa, boa de conto!
Eu a amo.
E foi isso que eu inventei.
E é com ela que eu aprendo 60 centímetros de vida a mais.
Aprendo a sonhar mais 5 minutinhos.
Aprendo a viver mais esse instante de lápis, papel e criação.
E principalmente, aprendo a dar a luz a novos seres que me ensinem qualquer coisa.
Com qualquer empolgação e verdade.
Ou com o mesmo despreparo que declaro aqui. Agora.
E é isso. É é essa minha cria e minha criação.



Milla Borges






----------------------------------------------------
Nota da autora:
( Clarice Lispector me desprezaria. Apesar das overdoses que tomo de seus textos. )

15 comentários:

  1. Palece uma cliança contando uma histolinha :)
    Que meiga, rsrs!
    Ah, passa lá no meu blog pra ler um pouco do meu silêncio.
    No mais, tenha um ótimo final de semana.
    Beijão, fica bem...

    ResponderExcluir
  2. Nossa Milla que lindo o texto,passou várias coisas na minha cabeça,essa coisa da criatura e do criador,acho que a maioria das vezes somos o criador e geramos alguém dentro de nós que nos faz perguntas,nos faz escrever,nos faz pensar...Muito lindo o texto mesmo,só fiquei curiosa pra saber onde a estrela ficou guardada rsrsrs.Parabéns...

    Ahhh e quero agradecer sua visita e comentário lá no meu blog,valeu mesmo pelo elogio,fico lisongeada pois aprecio bastante as coisas quie você escreve,e sobre a mensagem de aniversário ,magina,foi simples mas de coração.

    Té mais

    Daya

    ResponderExcluir
  3. Oi.gostei muito do texto,da pessoinha.
    teha um bom final de semana.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Meu amor!!!

    Que orgulho da minha namorada!!!

    Lindo o texto...
    Vc deveria escrever mais historinhas assim... que nos fazem refletir.

    Te amo demais, mocinha!!!


    Milhões de beijos..

    E um ótimo final de semana pra nós!

    ResponderExcluir
  5. Olha que coisa! Hj mesmo estava pensando na Frabricante de Sonhos e não é que ela aparece para me dizer um oi...

    Sabe, gostei desta pessoinha, tava até pensando aqui com meus botões, se ela quando ela não estiver batendo um papo com vc, se não gostaria de aparecer por aqui pra gente trocar umas idéias rsrs

    Um ótimo final de semana para vc...

    Se cuida!

    Bjsss

    Dany

    ResponderExcluir
  6. Eu reconheço essas pessoinhas. Eu sempre tive os "minimis'. Como se eu fosse governado por um exercito de minimis, identicos, semelhantes, mas em miniaturas. No peito ao lado do coração é a praça e todos os dias eles se reunem para assistir ao telão, que traz imagens do olho ao vivo. Eles opinam, mandam, rebelam-se, amam, odeiam, repousam.. escrevem. Democracia, gosto de pensar. Faz bem ter com quem 'falar', com quem... literalmente... trocar palavras. Como se nesse processo o segundo locutor ganhasse vida e ideias proprias. Vida gerando vida. O que a pessoinha diz? As estrelas? No meu condado tambem tem esses gigantes, acho que estão por todos os lados. As estrelas que caem, são as melhores. Maduras, sem serem arrancadas do pé, Pé de Universo. Caem no chão. Chão de realidade, habitantes de mentira e paixões de verdade. São emoções ao final. A-d-o-r-e-i o seu texto. Falemos mais sobre minimis e pessoinhas. Beijo Mila do casal 21, vinte é do século passado.rsrs

    ResponderExcluir
  7. Eu, penso cá com meus botões: essa "PESSOINHA" tá crescendo! Eu quero, eu preciso crer que sim! De qualquer maneira, ao menos está inventando moda, e isso muito, muito bom. Vejo tambem uma luz intensa, talvez das milhares de estrelas que lá estavam e não puderam, ou não se deixaram colher, afinal foram feitas somente para brilhar. E, finalmente afirmo, o texto tá danado de bom, lá isso está.
    A D O R E I Tia.

    ResponderExcluir
  8. Na margem do mundo
    além dos meus olhos,
    Belo,
    Sei que o exílio será sempre
    verdejante de esperança,
    O rio,
    Que não podemos atravessar
    corre eternamente.
    (Samuel Menashe)

    Tenha um lindo final de semana cheio de amor e paz no coração
    Abraços: Eduardo Poisl

    ResponderExcluir
  9. Uma enorme pessoinha, fez uma pequena e grande ideia, a ser uma de várias genias, deveremos aprender com esta !
    E você Camila, já és um exemplo pequeno no imenso mundo sem fim a seguirmos!!!
    nossa pequena dadiva.

    ResponderExcluir
  10. MIlla... =)

    Hello, Srta. Carioca Sonhadora.
    =)

    Tudo bem sim...
    No jogo da vida vamos andando conforme nossas pernas alcançam a maior explosão anaeróbia máxima em cada intervalo de recuperação de energia... e a vida continua parada, mas continuamos andando... =)
    rsrsr

    Estava meio atarefado com diversas tarefas... rsrs
    E o blog ficou meio que pra "segundas" tarefas... rsrs
    Mas não importa o tempo, uma hora ou outra estarei aqui... =)


    E essa pessoinha gente boa... Parece muito sábia! Gostaria de conversar um montão com ela. Penso que tem muitas aprendizagens, muita coisa a se extrair de toda essa personalidade...
    =)

    É interessante, pois tenho uma pessoinha criada por mim também...
    Mas não tem forma física...
    E o denomino de instinto... Seria meu "leão" interior...
    =)

    rsrsr

    Viagens a parte... =)
    Tenha um perfeito fim de semana Milla...
    Beijos
    &
    Um abraço de leão...

    PS. e continue a fabricar sonhos... é o que irá lhe garantir pra sempre a FELICIDADE! =)

    ResponderExcluir
  11. prometo que juntarei minha consciência social..com sua capacidade de escrever coisas maravilhosas como essa...LINDA! Continue...isso me deixa mto feliz! =D

    ResponderExcluir
  12. Adorei!!!É isso aí priminha, cresça e apareça. Viva a vida. Gostei muito dos textos. Mil beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. Caracaaa.. bem interessante!
    gostei... bem diferente do que costumo ler!

    Clarice Lispector te adoraria!
    Não tens q ser igual a ela para ser simplesmente ótima! rs

    me desculpe a ausência, voltarei sempre que puder!
    bjãoo

    ResponderExcluir
  14. Essa pessoinha é muito esperta apesar dos seus 60 cm..

    E não ache que Clarice acharia tão ruim assim , ela tb tem suas viagens.

    Beijos amor

    ResponderExcluir
  15. Pessoal!

    Obrigada a todos pelos comentários!
    Por cada palavra e cada incentivo!

    Eu continuo aqui... fabricando sonhos...

    ResponderExcluir

Deixe aqui um pedacinho do seu sonho...
Obrigada!