quinta-feira, 30 de abril de 2009

Por mim mesma




Olá sonhadores...
Passo por um momento de incompreensão.
Não sei se isso ocorre com todos que escrevem, mas essa foi uma semana difícil pra mim...
Sabe quando você não se reconhece nas próprias palavras? Já aconteceu com vocês?
Quando você tem as idéias, cria as histórias na cabeça, mas na hora de passar para o papel, não consegue ordenar os próprios pensamentos...
Sei que tenho uma veia dramática mesmo, mas como isso me angustiou durante essa semana!
Então, respirei fundo e parei para analisar meus escritos...
E foi aí que surgiu esse texto aqui:


Ser simples ...
E esta tem sido minha luta cotidiana.
Eu tento desvendar a mim mesma,
Uma batalha quase insana.
Para tentar entender os meus atos
Meus pensamentos justificarem os fatos
Em minhas palavras tentando encontrar definição
Uma frase que faça algum sentido
Alguma pausa que acalme meu coração
Ou nas entrelinhas, uma resposta sensata
Um significado escondido
Para essa ciência inexata
Esse auto-conhecimento desconhecido
Que em meus textos não consigo decifrar
Que perseguição é essa, mocinha?
Precisa se flagelar?
Entender é assim tão importante?
Não basta apenas sonhar...
Relaxar só um instante
E me permitir um minuto de ignorância
E não saber. Isso é ganância!
Me entender só pra assumir
Que de mim, tudo sei.
Que conheço minha estrutura literária,
Que separa a minha vida real da imaginária
E fingir que não errei...
Que não fui assim tão contrária
A tudo que já redigi
E então admitir
Que fui surpreendida
(Por mim mesma)
E que agora estou perdida...

Milla Borges

Desejo a todos um ótimo feriado!
Aos amigos escritores, desejo muita, muita inspiração...
E deixo um grande beijo meu ♥...
.
.

62 comentários:

  1. O escrito é ocê. Não importa onde comece, onde parou. Você é fruto do que vive e do que já viveu... Beijo

    ResponderExcluir
  2. A eterna busca...
    Beijo.

    PS: Muito obrigado pela sua visita. Apareça sempre que quiser.

    ResponderExcluir
  3. belo texto!
    acho que é normal, e todos que escrevem já se sentiram ou se sentirão perdidos alguma vez, sem saber como organizar os pensamentos e passar para o papel aquilo que ocorre na mente.. digo isso por experiência própria, às vezes não sei bem ao certo como expressar o que sinto, e ao tentar escrever, sai coisas totalmente diferentes do que eu tinha pensado.. mas isso não significa que seja algo ruim, é apenas.. novo!
    =D

    ResponderExcluir
  4. Humn, rapidinho que to na correria aqui no trampo :)
    Postei a última parte do "The Division Bell". Espero que goste.

    Tenha um ótimo feriado, um ótimo final de semana, divirta-se...

    Ah, qq add meu msn: wagnerkaiowas@hotmail.com

    Depois volto pra postar sobre seu post :)

    Beijão, fica bem...

    ResponderExcluir
  5. O amor é desse jeito mesmo e nem presta mesmo! hahahahaha

    Se rasgar em palavras, se encontrar nas próprias palavras. Quando não nos vemos, algo está muito errado, ou muito certo. Se distanciar é bom também e entender nunca foi necessário. Prefiro mil vezes saber que é e ponto... se entendêssemos tudo, não precisaríamos de escrever o que tanto nos atormenta!

    Até a próxima.

    Jota Cê

    -

    ResponderExcluir
  6. Como sempre: Belo texto!

    Essa é a mais perigosa viajem que alguém pode fazer. A viajem para dentro de si mesmo em busca do auto-conhecimento!

    Eu te amo! E te amo da maneira que vc é!

    Beijooooos

    ResponderExcluir
  7. Muitas vezes o que interessa é ser feito. Nem como +e feito ou porquê.

    Sonho, acto, recordação.
    'O sonho comanda a vida'

    E é como diz áí o blogger Felipe:
    não interessa onde parou, pois a continuação é parte de acontecimentos do Passado e irá gerar outros mais frutos no Futuro.

    É a estrada da vida.

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  8. Oi Menina Fabricante de Sonhos...

    Sabe, estou nesta fase, a cabeça não para, no entanto, os pensamentos insistem em não querer se transformarem em palavras...

    Espero q seja só uma fase rsrs

    ***
    São muitas perguntas, não é mesmo Milla? Infelizmente ou felizmente, ainda não sei, para algumas nunca teremos respostas...

    Um ótimo feriado e final de semana para vc... E que a inspiração esteja sempre dentro de vc, para que muitos sonhos possam ser fabricados...

    Bjsssssssssssss


    Dany

    ResponderExcluir
  9. Delicioso.
    Você já está na pontinha.

    Basta pular.

    ResponderExcluir
  10. Olá...grato pelo comentário no metro quadrado das artes. Quanto ao seu texto, concordo plenamente: uma Catarata do Iguaçu de ideias na cabeça e na hora de colocar no papel, cadê a corredeira principal e seus afluentes?

    Estive por aqui.

    ResponderExcluir
  11. Esta sensaçao de estar perdida poderá ser o primeiro aceno de belíssimo encontro.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  12. Ai, Milla! Tô passando por isso também. Mil ideias fervilham dentro da minha cabecinha. Mas, na hora que vou passar pro papel, pro word, pro bloco de notas, a coisa trava, não sei o que se passa. Mas, tudo bem, vou deixar fluir quando tiver de fluir. Não é necessário forçar, né? ^^

    Amei isso, Milla:

    "Eu tento desvendar a mim mesma,
    Uma batalha quase insana."

    Você é "mara"! =P

    ResponderExcluir
  13. O mar me ultrapassa.
    Mas ondas haverão de contar
    Aos ouvidos que lá pousarem
    Que um dia sonhei no mar.

    O céu não vai se importar
    Quando eu monge de meu hábito partir.
    Mas estrelas enquanto restarem
    Hão de lembrar
    Que um dia me puseram feliz.

    A terra , é fato, há de me subtrair.
    Mas a árvore que me deitou raiz
    E as cores
    Que em meu tempo colhi
    Estas eu levo comigo
    Ninguém há de tirá-las de mim.

    Fernando Campanella

    Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho
    Abraços Eduardo Poisl

    ResponderExcluir
  14. Olá Mila, quando o mergulho dentro de nós mesmos nos levam a certeza do somos, sentimos e pensamos estamos nos enganando, o mergulho é sempre uma busca incessante, do velho, do novo e do incompreesível. Somos uma variável constante, portanto sempre surpreendidos por nós mesmos!!!
    Bjss e um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  15. Coisas que só acontecem com quem ainda se arrisca em viajar entre vírgulas, pontos e palavras, eu diria que é uma paixão, mas que poucos tem, sorte de quem tem...

    Bom Feriado!

    ResponderExcluir
  16. Maio, o primeiro dia, o dia um, um dia, este.

    Celebra-SE aquele que tem algo a fazer, ou que há tanto faz [...]

    Maio também de Maria, de re.conciliação.

    Maio de colher, a semente.

    íssimo _______________________________ .

    ResponderExcluir
  17. Milla, não se preocupe tanto em sentidos ou significados, se o que vem a sua mão são letras esperadas ou não ... apenas escreva, o que quiser, o que lhe der vontade ... escrever é uma ato livre, sem maiores necessidades de compreensão ... afinal de contas, quem escreve normalmente o faz por prazer ... e os prazeres devem correr assim, soltos e livres por natureza ...

    ResponderExcluir
  18. ' Ow Milla...eu já passei por isso também, saibas que você escreve divinamente lindoo viu^^

    Que você tenha um ótimo final de semana tbm^^

    bjoo's no ♥

    Josy*

    ResponderExcluir
  19. amiga, tenho um agora tbm!
    Mil beijos,
    Ma!!!

    ResponderExcluir
  20. Lindo texto!!
    beijos e ótimo findi

    ResponderExcluir
  21. Ixi vou cobrar sempre agora asssim que comprei. postou...

    E olha só essa sensação é mais comum do que você pensa... pelo menos comigo... vivo transbordando de idéias que nunca consegui organizar num papel. Mas de vez em quando surge alguma coisa palpável que vai pro caderno... que vai pro blog... uahau

    O seu texto 'tá' maravilhoso!!!
    É espontânea... é de verdade! A gente sente quando é algo REAL.

    Beijos.
    Parabéns.

    Só visitando... Depois atualizo por lá...

    ResponderExcluir
  22. Corrigindo: Assim que cobrei, postou. *

    ResponderExcluir
  23. Oi,estou passdo por um momento parecido.Existem varias coisas em minha cabeça que gostaria de escrever,mas quando tento as coisas simplesmente não juntam,nao combinam,nao fazem sentido para mim.
    E sempre que eu escrevo,não gosto do que escrevir.Na realidade,to perto de desistir de escrever,sinto que poucos se interessam pelos meus textos,poucos gostam deles.

    Tenha um otimo feriado tbm.te adoro viu,vc é uma amigona

    ResponderExcluir
  24. Vc escreve lindamente!! Mais uma vez, parabéns!

    Um ótimo final de semana para ti!

    =)


    Beijos,
    Mary Jane

    ResponderExcluir
  25. Olá, amiga!

    O feriado já passou, mas agradeço, na mesma.

    Espero que o seu tenha sido muito bom.

    Bjs

    ResponderExcluir
  26. eu de vez enquando me pego nessas crises sabe
    e é meio estranho ler coisas que vc naum reconhece em vc
    mas que sim fazem parte de vc
    mesmo que seja uma bem escondidinha aí dentro
    e isso que é o bacana
    se conhecer através do que escreve
    permita-se mais a esses tipos de entrega
    pq valem mais a pena do que essas escritas já premeditadas
    é mt bom aquelas q simplismente nos acontecem.

    beijos

    ResponderExcluir
  27. Milla....... boa noite.
    Como que alguem pode estar perdida.. e consegue escrever um texto destes.Milla..é natural que exista cansaco muitas vezes....
    nossa memoria.. nem sempre consegue dar os frutos desejados...para aquilo que desejamos..parece que ficá tudo mal..apagar textos Eu faco isso muitas vezes..porque nunca estou satisfeito...

    mas para lhe ser sincero..acho que voce escreve bem .... tem uma excelente memoria...... este texto esta muito bem escrito...já agora quantas vezes apagou algumas palavras?.....Eu sei a resposta

    obrigada por me teres comentado
    te desejo um bom domingo
    e muitas boas ideias...para podermos ler textos bonitos........
    fica bem Milla...
    um beijoooo
    Rui

    ResponderExcluir
  28. Também já passei por isso, mas ñ me veio palavras que mostrasse claremente meu sentimentos.
    Nossa como me identifico com vc. Amei seu texto.

    Bjks.

    ResponderExcluir
  29. e volto ao seu magnifico blog

    ^^

    hmm

    isso acontece comigo muitas vezes
    principalmente se vejo alguma garota
    que faz o coração bater mais forte
    onde as palavras circulam
    dentro da minha cabeça
    e não consigo nem dar um "oi"
    como tambem nos dias confusos
    onde as coisas acontecem
    e vc não parecer ser o centro das atenções
    mesmo vc estando ali e comentando sobre o assunto
    parece que vc é uma peça
    e não uma pessoa

    momentos tristes mas para que a amiga escritora
    passara tão rápido quanto uma chuva de verão

    se algo te desanimar
    coloque a mão no coração
    e respire fundo
    saiba que a vida é um presente
    e são os amigos que o ajudam a abri-lo

    conte comigo se quiser conversar

    ^^

    tenha um ótimo fim de semana

    bjinn

    !Lonely Wolf!

    ResponderExcluir
  30. Obrigada amiga pela visita...amei seu texto...volte sempre que quiser ok?! Um abraço Jú

    ResponderExcluir
  31. esta add

    fique a vontade para conversar

    ^^

    ResponderExcluir
  32. Ei, Milla!

    Obrigado pelo comentário tão cheio de carinho!

    Isso que você colocou no texto é real. Às vezes, a gente não consegue representar, por meio de palavras, o nosso sentimento. Daí é uma confusão!

    Beijãooo! (E continue fabricando sonhos. Nós precisamos deles!)

    Pedro Antônio

    ResponderExcluir
  33. Olá, brigadão por suas palavras em meu blog; quanta gentileza é tão raro; agradeço a Deus em nome do Filho Jesus por sua vida...que todas as bençãos do Senhor Jesus te alcancem. Gostaria que visitasse meu blog/potfólio. O endereço: http://sergiopublicitario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  34. A chave de todos os problemas está nessa primeira frase: ser simples!

    Como é complicado!

    Quando somos despojados de tudo é que nos apercebemos do quão ricos somos...

    Julgamos ter direito eterno a coisas às quais não damos importância...

    Quando nos faltam, caímos na real!

    Depois de um problema grave, as coisas simples ganham a importância que nunca deviam ter perdido...

    A felicidade não está em ter muito, mas em ser feliz com o que se tem!

    Sê feliz! Por ti mesma!

    Beijo.
    António

    ResponderExcluir
  35. PASSATEMPO/CONCURSO

    Olá Milla

    Temos aqui um Poeta, um enorme Poeta, António Gedeão (infelizmente já falecido), que escreveu A Pedra Filosofal (é também uma canção bué da fixe) que a dado passo diz assim:

    «...Eles não sabem, nem sonham,
    que o sonho comanda a vida,
    que sempre que um homem sonha
    o mundo pula e avança
    como bola colorida
    entre as mãos de uma criança...»

    É lindíssimo!

    Bem gostava que me fizesses uma visitinha, nem que fosse rapidinha, de médico...

    Entretanto, está a decorrer n’A Minha Travessa do Ferreira, um novo passatempo/concurso sobre o tema Frases feitas. Vai até sexta-feira, 8.

    Há prémios diversos para os três vencedores, incluindo os «prémios/mistério» que têm sido muito bem acolhidos por que os tem ganho.

    Se quiseres dar lá um saltinho e tentar a sorte – muito obrigado. E passa a informação aos teus amigos e correspondentes, por favor. Lá te espero e a eles também…

    Qjs

    ResponderExcluir
  36. F
    e
    l
    i
    z

    d_____i_____a

    d
    a

    M__________Ã__________E

    hoje e sempre.

    íssimo.

    ResponderExcluir
  37. me sinto assim sempre... e sempre sou indecisa, e quase sempre melodramatica...


    escrever me deixa feliz, me deixa mais proxima de amigos, escrevo coisas que gostaria de dizer para certas pessoas, mas quase sempre me calo

    beeeeeeeeijo

    ResponderExcluir
  38. Amigaaaaaaaaaaaaa tudo tão lindo!!!!Cada dia melhor e melhor...PARABÉNS!!!Vc como sempre...ARRASANDO!!!
    Bjs!!
    Nathy :)

    ResponderExcluir
  39. As vezes é difícil mesmo, pois passamos por coisa desagradáveis, ou simplesmente não temos cabeça para passar para o papel, como vc mesma disse, mas o importante é dá a volta po cima, erguer a cabeça e começar de novo, lindo texto, como sempre né.
    Bjão e boa semana.

    ResponderExcluir
  40. Toma tento garota, que o mundo, segundo consta, foi feito em 7 longuííiíííssimos dias, e pelo Criador rsrsrsrs... E, como diria o poeta, "Mundo, mundo, vasto mundo, se eu me chamasse Raimundo, seria uma rima, mas não seria solução" kkkkk veja voce.
    Tenha paciencia que as palavras te pegam de supresa, ela são insanas, acredite!
    Agora, falando sério: o texto está porreta, gostei muito, mesmo que o parto tenha sido complicado, o rebento diz ao que veio.
    Bjks.
    Tia

    ResponderExcluir
  41. obrigadinha pela visita lá pelo meu cantinho.. apareça sempre...

    é.. na maior parte das vezes sou inconstante comigo mesma.. uma simultâneidade de idéias.. que se limitam do modo que quero apenas em minha cabeça, mas quando tento passar para esse mundo real surgem aos poucos, mas ao menos surgem...

    lindo seu texto... tbm desejo muita inspiração para todos os que querem trazer algo a mais para este mundo..!

    ResponderExcluir
  42. Amiga...

    desculpa não ter vindo cá como era habitual mas como sabes isto aqui anda um pouco complicado... é-me muito dificil vir até à net... e depois o pc também se pifou o que complicou ainda mais a situação....

    mas espero que para a semana já possa voltar ao habitual...

    fico satisfeito por saber que os meus escritos te ajudam, e te fazem "falta"...

    obrigado plas visitinhas lá no "nosso" mundo...

    quanto ao teu post...
    Há que confiar em nós proprios, nunca desistir mesmo que tudo indique para tal... nunca deixes de ser quem és, deuixa sim que a vida corra normalmente, sempre com a intuição de vencer...

    bom minha querida por agora não te maço mais...(brincadeirinha)

    brijos e boa semana...

    ResponderExcluir
  43. Sim, quANDO acontece o melhor a fazer é deixar.

    pensar.
    revoltar-se, zangar-se,

    por vezes alivia a alma.

    Revirar,
    tornar,
    fazer.

    Boa semana!
    obrigado pelo comentário no ES! :)

    ResponderExcluir
  44. Oi Milla às vezes também me sinto assim, sem idéias, ou mesmo vontade...grande beijo!

    ResponderExcluir
  45. querida, em primeiro lugar quero agradecer a visita e o comentário no meu blog...espero q volte sempre...

    adorei seus textos e poemas...

    eu tbm passo muitas vezes por esta situação que comentou, em vários sentidos...ser bom em tudo que faço é sempre um objetivo, que quando nao alcanço, frustra-me muito...
    "não basta apenas sonhar"
    tenho pensado muito em deixar os sentimentos agirem mais em minha vida, até as palavras saem melhor...
    pois felizmente ou infelizmente, alguns de nós são feitos mais de emoçao do que razão...

    bjs no coração...

    http://hrbher.blogspot.com

    ResponderExcluir
  46. Olá... Vim conhecer seu blog...


    Parabéns pelo lindo post..

    Voltarei mais vzs se me permitir...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  47. Oi!
    Perciso confessar que fiquei tão ancioso quanto vc com o post final do "The Division Bell". A anciedade se dava não só pelo assunto em sim, mas tb pelo seu brilhante comentário!

    Saber do seu ponto de vista sobre este álbum, o que se passa na sua cabeça, no seu coração..., é algo muito importante para quem expressa o mesmo tipo de sentimento.
    Confesso que expor meus sentimentos em relação a música de maneira pública é algo que vem deixando de ser uma "quebra de gelo". A medida que as coisas vão acontecendo e, principalmente com a reação dos leitores, acabo me sentindo mais a vontade para me expor.
    O nome "Ecos do Meu Silêncio" não é em vão! Através da música consigo driblar esse obstáculo e fazer um bom barulho com as palavras

    Agora estou me concentrando no próximo post. Voltarei a escrever sobre algumas coisas que, certa vez, disse que jamais voltaria a escrever. Mas de certa forma, é algo importante e tem grande reflexo na sociedade.

    Bom, agora deixa eu ir. Acabei de chegar no trampo, tô morrendo de fome e ainda tem que fazer umas coisas!!!

    Muito obrigado não só pelo post, mas por saber dar retorno aquilo que vc conheceu :)

    Beijão, fica bem...

    Aaaah, respondendo a sua pergunta... Bom, quando disse que foi bom ter seguido os conselhos do meu professor de música para não tocar numa banda de(?). Me refiro não a um genero musical e sim a uma maneira de se prostituir musicalmente, seja qual foir a banda ou tipo de música :)

    Espero ter mataado sua curiosidade. Ah, procura Wagner Kaiowas no orkut...

    Bejião, fica bem...

    ResponderExcluir
  48. Ando tendo a sensação de que as pessoas estão esfriando, embrutecendo. É tanta correria, o tempo passando tão rápido, tanta coisa por fazer que às vezes parece que muitas pessoas não estão encontrando tempo pra sentir. Só que mesmo com toda essa loucura atual, algumas pessoas não só continuam sentindo tudo à flor da pele, como também é justamente essa capacidade (mais que isso, necessidade) de sentir que as identifica, que as faz sentir vivas. Só que nós, não satisfeitas de sentir tudo muito intensamente, ainda temos uma necessidade incontrolável de entender o que sentimos, de entender nossos gestos, sensações, omissões, lacunas. E é aí que a coisa complica, sentir demais e ainda querer entender tudo isso, alegria, angústia, prazer, vazio. Só que não tem jeito. Há coisas que simplesmente não são passíveis de entendimento. Elas acontecem, chegam vassaladoras, mexendo com tudo dentro da gente e vão embora tão inesperadamente como chegaram.

    Pra ser bem sincera, às vezes acho bem cansativos esses constantes mergulhos dentro de mim mesma, às vezes tenho a sensação de que me perdi em algum canto do meu coração, da minha cabeça. Mas também não quero aprender a levar a vida como se não houvesse tanta coisa acontecendo dentro e fora de mim.

    Nem preciso dizer, né? Sei bem do que vc fala no post. Bjs !!!

    ResponderExcluir
  49. As palavras comandam-nos enquanto escritas.
    Colam-se e fundem-se.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  50. gosto de voltar aqui, até pra te reler. É bom.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  51. Adorei seu blog, gosto da forma como você escreve e toca as pessoas com suas palavras, com certeza voltarei aqui mais vezes, estou te segundo hein, abraços fortes...

    ResponderExcluir
  52. Todos nos passamos por momentos de incompreenção...com palavras...com pessoas...
    Mas devo confessar te...saiu te um texto lindissimo:)
    Beijo de um anjo

    ResponderExcluir
  53. E não é que as vezes nos sentimos assim mesmo?
    o importante é não desistir...

    Lindo teu espaço... Adorei

    bjs

    ResponderExcluir
  54. Todos temos essa fase...
    E vc foi sincera, primeiro com vc e depois com os leitores, isso é legal de ser ver, ops! de se ler... Bjinhos da Madrasta!

    ResponderExcluir
  55. Oi Milla! Não se angustie tanto, é normal a gente se sentir assim, como se ñ conseguíssemos passar para o papel o q sentimos...Mas lendo seu último post, só tive a certeza, q esse dom, ninguém tira d vc! =D

    Adoro passar por aki!

    Bjos!
    =**

    ResponderExcluir
  56. Cade tu mulé? Sumiu!! Vamos atualizá, vamo escrevê!!!

    \o/

    ResponderExcluir
  57. Oi...na minha opinião,um dos momentos mais belos de nossas vidas,é quando conseguimos atravessar o mar da duvida,da falta de chão,pois assim conhecemos quem realmente somos e se somos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  58. As andorinhas do Mar chegaram
    Com alegria tatuada nas penas refulgentes
    Soltam chilreados estridentes
    Dançam no azul, rodopiam contentes

    A maresia adormeceu na areia
    O mar transformou-se em espelho de água
    Uma nuvem mirou-se nele
    Verteu uma última gota de mágoa


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  59. Olá...
    As ezes acontece das palavras certas sumirem...
    para quem não encontrava palavras, o texto ficou Lindo!
    Parabéns!!!
    BJ!

    ResponderExcluir
  60. Olá, venho conhecer teu blog, depois de ter passado no "Intemporal". Sempre bom conhecer novos espaços, recolher um pouco de pólen e poesia em outros jardins! Deixo um abraço alado e um convite para que também passeies pelo meu, outro lugar de "almas sonhadoras".

    ResponderExcluir
  61. Pessoal,

    Muito, mas muito aobrigada mesmo pelas palavras...

    De coração.

    Beijo meu.

    Fabricante...

    ResponderExcluir

Deixe aqui um pedacinho do seu sonho...
Obrigada!