quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Uma Saudade


Sigo para onde meus pés me levam e sem a pretensão de chegar em algum lugar.
Simplesmente sigo.
E onde quer que eu vá, levo comigo essa saudade.
Você tem ocupado muito espaço na minha cabeça ultimamente.
Quando eu fecho os olhos, ainda posso ver seu rosto.
Eu sinto até seu cheiro...
E o tom da sua voz, de vez em quando ecoa nos meus ouvidos...
Eu, apenas sigo para onde você não está.
E por onde passo, recolho suas lembranças.
Procuro nas pessoas os seus pedaços.
E em mim, reconheço os seus gestos.
Fico imaginando por qual caminho você segue... Se de onde você está, consegue me observar... Se consegue perceber o quanto estou mudando... Tentando melhorar... Evoluindo.
E eu, continuo seguindo sem rumo, a caminho de qualquer canto, sempre na esperança de um dia caminhar com você novamente.
Você faz falta... E falta uma parte de mim.
Queria o seu abraço forte agora.
Bem... Pelo menos posso sonhar.


Milla Borges