quinta-feira, 16 de abril de 2009

Partes


Mesmo inteiros, somos partes...

Sempre partes.


"Primeiro a boca.
Sorriso largo
Resumindo a alegria do mundo
Numa fração de segundo
O doce expulsando o amargo
Depois os olhos.
Olhar marcante
Atraindo suspiro e confiança
Transbordando toda uma esperança
Aproximando, apesar de distante
Em seguida, braços.
Acolhendo...
Para ser apoio, estendidos
Revelando segredos escondidos
De algo novo, que está nascendo
Logo, pernas.
Longas e fortes
Passadas largas e intensas
Que vão por estradas imensas
Conduzindo ao caminho da sorte
Voz e palavras.
Combinação em perfeita harmonia
O tom certo, na escala
O timbre exato de cada fala
E pensamentos em melodia
Partes do todo.
Em tudo existindo...
Detalhes notáveis dos pés a cabeça
E antes que eu me esqueça,
Partes de mim, consumindo..."


Milla Borges