terça-feira, 28 de julho de 2009

"Nós poético"



Papel picado e velho.
Amassado.
Bebida com gosto de menta.
Vai ser assim se ficar do meu lado.
Embalado por música lenta.

Semente de riso e choro.
No frio vai ter seu abrigo.
Um amor antigo.
Nossa história cantada em coro.
Somente se ficar comigo.

Um pouco de calma e tormento.
Pode ser isso, se assim me quiser.
Vozes sussurradas ao vento.
Às vezes um lamento.
Uma metade menina, a outra metade mulher.

Não haverá um “eu poético”.
Eu sem você sou nada.
Poesia real e conto cético.
Creio em “nós poético” nessa estrada.
Se me quiser apaixonada.

Sombras e luzes no ato.
Chuva de beijo e nenhum enfeite.
Sonho épico, realidade lírica é fato.
Sem assinar contrato.
Assim será caso me aceite.

Porque somos feitos de palavras...


Milla Borges