sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

PLÁGIO.

Sonhadores,

Desta vez, não darei lugar aos sonhos, pois o que mostrarei para vocês me deixou um tanto triste.

Quando escrevo, escrevo com todo meu coração e minha alma. Passo por um processo de criação muitas vezes difícil, porém sempre prazeroso, pois escrever é para mim necessidade vital.
Fico tão feliz a cada seguidor que me prestigia com um comentário, com palavras que me fazem escrever mais e mais, que me inspiram e aguçam a minha imaginação e criatividade.
Alguns até linkam o meu blog ou postam textos meus nos seus próprios blogs e eu, me sinto honrada com tamanha demonstração de carinho e identificação.

Porém, uma menina postou um texto meu como se ela o tivesse escrito. O que me deixou extremamente triste e indignada. Como pode tamanha cara de pau?
Gostou do texto e quer postá-lo, ok. Mas, dê o crédito, não é mesmo?
Ela simplesmente postou o meu texto e assinou!


E este é o meu original, que escrevi para os meus sonhadores: http://millaborges.blogspot.com/2009/06/eu-vou-cuidar-de-voce.html

Lamentável...

Desejo sinceramente que essa menina retire meu texto do blog dela.

Sem mais.

Milla Borges



17 comentários:

  1. Isso é triste, temos muito isso por aqui...Seria bom mostrar a ela que existe um código de honra e respeito entre nós.
    Lamento. beijos querida.

    ResponderExcluir
  2. Não é a priemira vez que vejo alguém reclamar, e com razão de ato assim.
    A lamentar apenas. Cola-se, copia-se, mas sempre com créditos.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Que situação chata, hein!?
    Pra mim isso é muita falta de respeito e educação!

    Bom... O lado bom (como tudo tem um rsrs) é que seus poemas são INVEJÁVEIS! :-)
    Está aí a prova!
    :-)

    Podem copiar seus textos, Milla... Mas ninguém jamais terá o seu coração para escrever um mais lindo que o outro a cada postagem... E sucesso, com copia, ninguém faz!!!

    Parabéns pelo blog e continue a sonhar, sonhar e sonhar...
    Esse tipo de "pesadelo" a gente esquece e volta a dormir... :-)

    ResponderExcluir
  4. Sei como você teve está se sentindo, cada vez mais vejo que as pessoas não se importam com nada. Acho que um pouco de respeito não custa nada.

    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
  5. Mila, que pessoa triste esta menina. Fui lá conferir e pelo jeito não é só o seu texto que ela copiou. Faz isso sempre.

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila, fui conferir e como disse a Malu , ela vem copiando textos de outros blogs também, que absurdo! Todos tem o dom de criar, mas pelo jeito ela faz isso sem dor na consciência. Querida, não deixe que isso atrapalhe seu sonho,continue nos blindando com seus textos maravilhosos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Haha... Relaxa, Milla. Isso acontece eventualmente...
    Não sei se você já sentiu tanta identificação com o texto, que gostaria muito de tê-lo escrito. Nem todo mundo sabe lidar com isso, e acaba tomando a decisão errada.
    Longe de mim defendê-la, é só que se teus textos tocam as pessoas, eventualmente isso ocorrerá, não adianta o exaspero de se indignar.

    Boa semana.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Milla,
    entendo perfeitamente que você tenha ficado chateada. Eu também escrevo e odiaria que alguém copiasse meus textos sem os devidos créditos. Não preciso plagiar ninguém.
    E acredito que nem você, já que seus textos são bons o suficiente, sim eles são. Porém fiquei demasiadamente chateada quando li seus comentários e de terceiros em meu blog.
    Acho que a primeira iniciativa de uma pessoa consciente de seus atos deveria ter sido entrar em contato comigo para conversarmos e não me ofender daquela forma. Sim, aquilo foi uma ofensa. Se tivesse feito isso saberia que eu NÃO copiei NADA do SEU blog. Eu encontrei esse mesmo texto que você diz ser seu, e eu acredito que seja, na Internet. Não tinha nome de ninguém. Como gostei do texto o postei em meu blog, só que em momento algum eu o assinei como meu. Se você tiver percebido ele está em um marcador chamado:
    DE ALGUM DESCONHECIDO e o que eu escrevo logo abaixo do texto é: BYE JULIANA = Tchau, Adeus Juliana. É isso. Então eu acho que você se equivocou ao acusar
    Uma pessoa que não conhece.
    A respeito de seus seguidores, amigos ou eu sei lá o que (realmente não interessa no momento), sim já disse e repito, Milla seus textos são bons, mas não invejáveis. Cada um transmite o que sente, de maneiras distintas. Logo não vejo porque o motivo da inveja.
    E ao contrário do que se pensa dos corações lindos saem muito mais coisas enegrecidas do que claras, boas de fato. Espero que não seja o seu caso, sinceramente. A respeito do respeito, eu creio que se dá respeito de quem se recebe. Francamente não vejo que tenha lhe faltado com respeito, até porque não fiz nada de incorreto.
    “Milla, que pessoa triste esta menina. Fui lá conferir e pelo jeito não é só o seu texto que ela copiou. Faz isso sempre” – Sou muito feliz, obrigada. Seja lá quem seja não julgue porque com certeza serás julgada. Quando apontas um dedo, pode ter certeza de que existem milhões apontados para você. A respeito de copiar sempre os textos dos outros, vejo que você realmente não sabe o que diz, porque TODOS os meus textos são registrados em cartório para evitar aborrecimentos como esse. Então seria melhor que se calasse antes que diga coisas piores. E até que enfim alguém tem um pensamento sensato. “Haha... Relaxa, Milla. Isso acontece eventualmente... Não sei se você já sentiu tanta identificação com o texto, que gostaria muito de tê-lo escrito. Nem todo mundo sabe lidar com isso, e acaba tomando a decisão errada. Longe de mim defendê-la, é só que se teus textos tocam as pessoas, eventualmente isso ocorrerá, não adianta o exaspero de se indignar” – Sim Milla, isso acontece com muita freqüência. Como uma escritora segura e madura terá que aprender a lidar com questões desagradáveis como essa. Não, esse não foi o meu caso repito. Não vejo que tenha feito nada de errado, afinal eu não fazia idéia de que o texto era seu. Espero que você amadureça seus pensamentos e sua postura, isso lhe fará bem profissionalmente. Gostaria que acabássemos com essa questão, que por mim está mais do que encerrada. Lerei seu blog e se gostar de algo, gostaria que me permitisse usá-los com seus devidos créditos é claro. Fique bem, boas lembranças e que seus pensamentos se iluminem sempre.

    Juliana Vilalva

    ResponderExcluir
  10. Mila,
    Infelizmente não há explicação para falta de ética.

    Excelente semana,boas energias,paz,saúde e luz!
    bjs,
    Mari

    ResponderExcluir
  11. Oi flor! Aqui é a Deise do My Secret Closet ;D

    é que vc deixou um comentário numa peça do meu blog, a regata long da Alice mas não me deixou seu e-mail para retorno ;D

    aguardo seu contato! bjks!

    http://mysecretclosetbrecho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. É Renan...
    É o preço que pago pela publicidade, não é mesmo.
    Achei tão absurdo ver um texto meu com a assinatura de outra pessoa. Me senti roubada...
    Alguns amigos blogueiros que estão a mais tempo que eu na blogsfera já me tranquilizaram e disseram que ainda vou rir muito de situações como estas. Espero mesmo conseguir chegar neste ponto. E rir.
    O que me deixa triste é a pessoa ainda achar que tem razão. Enfim... Indole. Nem todos possuem a boa. E eu não sei porque ainda me espanto com certas atitudes...

    Obrigada pelas palavras e pelo apoio!

    Bjokas

    ResponderExcluir
  13. Valquiria, Blue, Alexandre, Luan, Mari, Malu...
    Obrigada pelas palavras, viu.
    Faz bem esse apoio quando nos sentimos indignados.
    E é ruim sabe, sentir isso... Uma sensação de impotência. O que se pode fazer num caso desses, não é mesmo?

    Um beijo, sonhadores.
    Mais uma vez, muito obrigada!

    ResponderExcluir
  14. Resposta que deixei à Juliana no Blog dela referente ao comentário acima:

    "Não, Juliana, não tinha marcador nenhum aí "de algum desconhecido" o que estava era "palavras minhas". Como tem este mesmo marcador em alguns outros post aqui neste blog, em textos que não são seus de fato.
    Este texto meu, escrevi em 2009. Você o postou em 2010. O único outro lugar que tem esse meu texto é num app do facebook.
    Até a configuração das letras, da fonte, do formato do verso, está igual ao da minha postagem original. Você apenas mudou uma palavrinha no final.
    Porque agora vc retirou o by Juliana?
    (Tchau Juliana... É... Boa tentativa, mas essa desculpinha esfarrapada não colou!)
    Não seja tola mocinha. Todos sabem que vc plagiou não só o meu, como muitos outros textos aqui.
    Sua atitude é daqueles pessoas que amam demais o talento. Mas amam de um jeito torto... Um jeito errôneo.
    Mas tudo bem... É o preço que eu tenho que pagar pela publicidade. Como disse uma amiga blogueira minha que também já foi plagiada diversas vezes por escrever tão bem: Internet é terra sem lei não é verdade?
    A propósito, este texto meu, está no meu livro Fabricante de Sonhos que foi lançado no ano passado, devidamente registrado.

    Crie, menina... Fabrique seu próprio sonho. Aposto que você é capaz!"

    É isso sonhadores... Ela acha que está certa.
    Tem diversos outros textos plagiados no blog dela... Antes eu estava com um misto de indignação e perplexidade. Agora, sinto dó.

    Sem mais.

    Em breve, novos sonhos!
    Beijos meus.

    ResponderExcluir
  15. deprimente! mas acontece, né!? não tem jeito...
    Como eu te disse, você é boa! tem talento! logo, esse povo vai se apossar do que não é deles...
    mas relaxa!o jeito mesmo é relaxar! rs
    Beijooos

    ResponderExcluir
  16. Mila, fiquei indignada... Pois tem no mínimo uns 6 textos meus naquele blog. Textos que escrevi em momentos especias da minha vida... Isso é um desaforo! E a cretina ainda tem um 'protetor contra plágios'.
    Obrigada pelo aviso querida :D

    Beijão!

    ResponderExcluir
  17. Ser mulher é ser especial,
    amiga Mila
    Quero abraça-la,e agradecer o carinho e a amizade,neste dia tão especial,seja feliz!
    Boas energias,paz,saúde,e luz,
    beijos poéticos
    Mari

    ResponderExcluir

Deixe aqui um pedacinho do seu sonho...
Obrigada!