sexta-feira, 11 de março de 2011

Metáfora

Pertence às flores o cheiro que lhes cabe,
Característico aroma do florescer.
Em meu jardim, apenas há o que se sabe
Sobre as cores das quais necessito saber.
No céu, do azul retiro água
Que se faz chuva e derrama-se em choro
Lavando, vai. Levando embora a mágoa.
O que sobra, o vento assopra...
Desdobram-se pétalas rosas,
Aos versos cantados em coro.
Colho fruto maduro do pé
Recolho verdes fortes galhos,
Pela grama respingada de orvalho
Tudo parece (natural) quanto é.
Botões vermelhos, insetos, passarinhos
Sob o dourado do Sol, feito tocha,
O que resplandece é o que desabrocha
Dourados, avermelhados, poéticos espinhos...
Para plantar um sorriso sincero
Nesta face pálida de sal
Os corações que hoje dilacero
De coração, não levem a mal...
E cores, empresto às visitas
Borboletas bailando bonitas
Que vem enfeitar o meu jardim
Enchendo de pólen e encanto
Os ares desse recanto
E voam pra perto de mim.
Metáforas despencam do alto
Das árvores pendem verdades
São essas raízes que exalto,
E dão flores de felicidade.
Cultivo a vida, sem dela ter nada
Rego os dias (com tais poesias)
E magicamente da terra molhada,
Brota minha paz, de sementes vazias...

Milla Borges





16 comentários:

  1. Doce e sonhadora amiga receba meus aplausos, este texto esta magnífico assim como todos que você escreve...

    Obrigado por semear esta delicia em nossos corações...

    ResponderExcluir
  2. Comecei um blog agora, e amei o que escreve, diferente de vc falo sobre as minhas impressões do cotidiano e das minhas próprias confusões... Muito prazer!

    ResponderExcluir
  3. Nossa vida é um jardim...onde colhemos a alegria...e algumas tristazas...mas o importante é semear as sementes da paz...
    Bom Domingo
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  4. Vida que brota intensamente,
    no coração de quem tão bem a descreve!

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Sabe, Fabricante?! não sou um homem difícil! desses que têm os muitos complexos que a nossa cultura ocidental criou... sou até muito avesso à psicologismos e seus traumas vazios de tato. Sou sim, um homem simples e apenas sensível como você deve ser também apenas uma mulher na amargura nobre de sofrer sensibilidades... mas estamos, sim, a serviço da poesia e da criação, e com isso testamos verdades, fatos, juntamos caldos grossos de coisas ruins e lindas que habitam dentro de nós e surgem jardins, pessoas, concretudes infalíveis que nos atiram para frente com palavras que guardam em si o bojo do nosso silêncio profundo entre os demais.
    Digo: continuemos, porque você gosta do que eu escrevo e eu gosto do que você escreve; porque você gosta de mim e eu gosto de você como um pacto de sangue que ainda não viu o vermelho, mas escorre pelas paredes e afeta a habitação das outras pessoas, como eu te afeto e você me afeta. É isso que temos em comum? Não, é o que temos de diferente! Alguém me repara? alguém te repara? Não sei! Francamente não sei e também vivo. E vivo doendo intensamente a existência que me atira todo santo dia num salto extraordinário onde não sei que mal sofrerei na queda, mas ao menos sinto que estamos juntos, nobre desconhecida!

    Vou arriscar e deixar aqui meu facebook e orkut, ok?! Não adicione se não quiser ou desconfiar, ou por questão de ciúmes ou coisa parecida. É só um convite:

    http://www.facebook.com/profile.php?id=747609080

    http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=5049566452251159866

    ResponderExcluir
  6. Milla, muito lindo que vcescreveu..

    Às vezes, eu queria ser uma rosa. Pois, quem sabe, se eu ficasse quieta o vento levasse tudo consigo e eu pudesse sentir o aroma de outras rosas.

    Beijosss

    ResponderExcluir
  7. Cultivo a vida, sem dela ter nada.

    Mila,Esse é um aprendizado que persigo a cada dia.

    Um grande abraço para ti,

    ResponderExcluir
  8. Olá, amiga!

    Gostei do seu poema.

    Tem um bom recorte, e boa sonoridade e subjectividade.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Obrigado pela visita carinhosa...
    Um lindo versejar encontrei aqui.

    Bjss

    Mila Lopes

    ResponderExcluir
  10. Passei para te deixar um abraço,seu post como sempre impecável.
    Boas energias,paz,saúde e muito amor!
    um abraço,
    Mari

    ResponderExcluir
  11. O que interessa é continuar
    a cultivar, continuar a dar frutos,
    não é assim cara Miss Fabricante Milla? (:

    o seu nome lembrou-me aquele tem muito
    conhecido do 'ó mila mil e uma noite de amor com vc' tananannanan tannana (:

    óptimo texto! relembrou-me um conto
    que recente li, 'the return', de
    joseph conrad. dê uma vista de olhos,
    se puder, juro que vale a pena!

    Saudações Otárias!!!!

    ResponderExcluir
  12. Excelente poema.
    Gostei imenso das tuas palavras. Parabéns pela qualidade poética que elas revelam.
    Querida amiga Mila, tem um bom resto de Domingo e uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Por mais que se tente, ninguém vai conseguir entender o todo que se esconde por trás das persianas de cada metáfora de teu poema.
    Mas a magia da escrita é essa. O texto faz um sentido particular para cada pessoa que o lê.
    Beijo, moça.

    P.S. Achei super válido o teu puxão de orelha. Bom receber tua visita. =)

    ResponderExcluir
  14. Uma Fabricante de sonhos tem sua matérias primas e se ñ forem a vida , a natureza , a beleza, os sentimentos ? quais seriam as matérias primas ? a sua metáfora e cheia de tudo isso que fabrica em palavras ou em imaginação que nos faz viajar nessas palavras. A felicidade ñ veio pronta ñ é mesmo querida fabricante e a busca dela nos parece as vezes um pouco vazia p/ á nos que procuramos , mais é a mais válida e com certeza de maior resultado se vemos a felicidade nas coisas e ñ as deixamos passar.
    Aluninha. bjos!

    ResponderExcluir
  15. Retribuindo a visita um pouquinho atrasada.
    Seu blog é lindo.

    Beijos
    Cintia

    ResponderExcluir
  16. Oi querida Milla, tudo bom? Passando para lhe desejar uma ótima semana.
    Beijinhos a vc.

    Ah, se vc comprar o livro Guardadora de Gansos , vai amar. A mensagem no final é linda!

    ResponderExcluir

Deixe aqui um pedacinho do seu sonho...
Obrigada!