terça-feira, 4 de junho de 2013

O que há?


Nada é suficiente.
Tudo anda carregado de faltas.
Falta na mente, falta nos braços, falta no coração.
As ausências me preenchem, porque conter não cabe a mim.
Não nasci para reter... Eu desperdiço todas as coisas que sinto...
Lá se vai a raiva, o amor, a alegria... Esbanjo.
 De tristeza é que sempre fica um restinho.
Daí, as coisas esgotam. E faltam.
O que sobra?
Um peito cheio de sentimentos vazios...


Milla Borges

4 comentários:

  1. Espero que esse vazio seja apenas uma fase... Como uma fabricante de sonhos pode ficar com o peito cheio de sentimentos vazios?

    Fique bem!

    Gramde beijo,
    Mary Jane

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida
    As lacunas na alma nos trazem um grande pesar ao coração... tudo fica nublado e sem brilho... é vida desperdiçada mas a esperança renova o desamor...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Haaa que saudade de vir por aqui, como sempre tocante em cada palavra. Voltei pro quaseemoff.blogspot.com passa lá.
    Bjks.

    ResponderExcluir
  4. flor que blog legal, eu adorei o design, os posts, as ilustrações, tudo um amor ♥ bjs

    http://dinhabelmont.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe aqui um pedacinho do seu sonho...
Obrigada!